5 maneiras de aproveitar o poder do Storytelling em eventos

  • 09/08/2016

 

Uma história cativante, que chama atenção faz qualquer pessoa parar o que está fazendo para escutar. Grandes histórias são a chave para qualquer bom evento, mas, muitas vezes, esquecemos de aproveitar todo esse potencial na fase do planejamento.

Quando falamos sobre histórias no mundo daorganização de eventos elas estão, em sua maioria, diretamente ligadas à exposição de marca ou para passar determinadas informações de uma maneira única. Mas o Storytelling pode ir muito além de vender ou ensinar. Histórias podem transformar todo o evento, do começo ao fim e ainda deixar um gostinho para o próximo encontro. Aqui vão 5 maneiras de incorporar o uso do Storytelling durante seus eventos:

 

Faça com que seu público se identifique

Nosso cérebro faz conexões neurais mágicas quando nos contam alguma história fantástica. Se conseguirmos nos identificar com uma história, a chance de nos lembrarmos ou ligarmos a uma memória existente é muito maior.

Para planejar o Storytelling no seu evento, comece pensando na essência, no objetivo principal que deseja fixar na mente de seus convidados, e depois vá expandindo para ter mais ideias, como um brainstorm. Frequentemente palestrantes dispersam a atenção com histórias pessoais longas e cansativas que, mesmo sendo motivacionais, não se relacionam diretamente com a temática do evento. Fazer relatos comoventes é sempre mais impactante do que só falar sobre um determinado tema, mas esse conteúdo deve remeter ao contexto geral do evento de alguma forma, caso contrário, você corre o risco de perder a oportunidade e deixar a história perdida somente na emoção dos ouvintes, sem relacioná-las à mensagem principal.

 

Crie expectativa

O Storytelling não é baseado somente em contos aprofundados e longos. Algumas vezes, para comprovarmos aquilo que estamos falando precisamos trazer exemplos e conceitos relacionados, para que o público consiga entender o contexto geral e associar os todos ospontos da história. A chave para o sucesso do Storytelling pode ser começar a destrinchar o conteúdo do evento logo no início, já mesmo nos materiais de marketing enviados para atrair convidados.  Questões interessantes pré-evento podem, também, fazer com que o público se interesse e comente.

 

O meio é a mensagem

A maneira como você conta uma história determina o impacto que ela vai causar no receptor, por isso faça com que seus convidados façam parte daquilo que está contando. Um bom exemplo são os casamentos: cada convidado que está presente faz parte da história de amor dos noivos e a levam através do tempo por terem participado desse dia especial. Patrocinadores de eventos também são outro bom exemplo, porque todos colocam suas marcas ali e querem compartilhar sua história; seja por meio de vídeos, agradecimentos ou brindes que levam a trajetória da marca anexada.

Procure contar a história de um jeito único e planeje o evento com estratégias para alcançar os objetivos. Pense em como cativar o público já no pré-evento com sessões interativas e no pós-evento interaja pelas mídias sociais.

 

Seja criativo

Os livros do tipo“Escolha sua aventura”fizeram muito sucesso com crianças porque colocam o poder de escolha em suas mãos e, além disso,  permitem que o leitor descubra uma série de acontecimentos bem e mal sucedidos, à partir de sua escolha, do começo ao fim da história. Nesses contos, cabe a pessoa que está fazendo a leitura observar e tirar algum significado disso ou assimilar com algum acontecimento real.

Por que não aplicar esse mesmo conceito no seu evento? Faça o Storytelling durante a apresentação e deixe que os convidados a relacionem com algum grande acontecimento de suas vidas. Assim, você possibilita que criem uma imagem visual e tenham uma memória impactante da experiência que proporcionou a eles. Além disso, você pode criar diferentes salas de discussão em um mesmo evento e faça com que cada um delas tenha um começo, meio e fim. Dessa forma você permite que os participantes escolham aquilo que desejam aprender ou escutar. Por exemplo, em uma sala na qual o tema era “Aprender a negociar”, o palestrante poderia introduzir com o conceito de “Como falar em público” e finalizar com ensinamentos sobre assertividade.

 

Fique na memória...

Utilizar o Storytelling durante o evento faz com que a mensagem transmitida dure muito mais tempo na memória dos participantes. Toda boa história é relacionada ao campo da emoção – pense em todos os vídeos e textos que viralizam nas redes sociais todos os dias. O público tem o poder de passar adiante e contar para sua rede de contatos sobre a experiência de que participou. Uma boa dica para manter o contato pós-evento é utilizar as redes sociais, você continua a conversa e ainda pode criar uma expectativa para o próximo evento.